5 razões para fazer aeróbicos depois do treino (e não antes)

Fazer aeróbicos antes ou depois do treino de musculação é uma questão que perturba o pensamento de várias pessoas. Alguns preferem fazer antes de treinar para aproveitar o tempo e já aquecer o corpo, outros pensam que isto vai atrapalhar o rendimento do treino e e a maioria fica com o pé atrás entre ambas as opiniões. Afinal, quem está certo ? Sabemos que aeróbicos, apesar de seus benefícios para a saúde, podem influenciar o ganho de massa muscular, especialmente quando feitos próximo do horário do treino. Mas por mais que uma pessoa possa racionalizar para que aeróbicos sejam feitos antes do treino, aqueles que fazem depois, sempre terão mais vantagens no que diz respeito a ganhos em massa muscular. Porque fazer aeróbicos depois do treino (e não antes)

1 – Menos energia para treinar

Durante o exercício, o corpo usa glicogênio armazenado dentro dos músculos. Se os níveis de glicogênio estão baixos, a energia e força no treino será baixa também.

Por exemplo: se você já fez dieta com redução de carboidratos e sentiu que tinha menos força e vontade de treinar, então você sentiu como é treinar com baixo glicogênio.

A mesma coisa pode acontecer se você fizer aeróbico antes do treino – você vai usar sua preciosa reserva de glicogênio para correr na esteira e não para treinar pesado com pesos (que é o mais importante).

Logo, se você treinar com pouca energia, não vai poder dar seu máximo no treino e não vai dar o máximo de estímulos possíveis para gerar hipertrofia muscular.

2 – Mudanças no pH do sangue

Fazer aeróbicos deixa o seu sangue mais ácido. Este ambiente de acidez faz com que a fadiga muscular ocorra antes e sua performance diminua.

Então, aeróbicos antes do treino, além de roubar sua energia também deixa o treino mais difícil.

3 – Mudanças hormonais

Ao fazer aeróbico antes do treino, o corpo libera cortisol sem uma liberação proporcional de testosterona.

Cortisol favorece a quebra de tecido muscular para gerar energia rápida em exercícios de longa duração.

Isto é ótimo se o seu objetivo é correr uma maratona, mas péssimo se o seu objetivo for construir massa muscular.

4 – Inibição da mTOR

De forma grosseira e resumida, mTOR é uma via que sinaliza seu corpo a construir massa muscular.

Adivinhe o que acontece quando você faz aeróbicos pesados antes do treino de musculação ?

Sim, você inibe a mTOR e dificulta (ainda mais) a hipertrofia muscular. Se isso não for motivo suficiente para evitar aeróbicos antes, eu não sei o que é.

5 – Maior percepção de fadiga

Percepção de fadiga é simplesmente quão pesado o treino parece ser e esta percepção é muito maior quando você faz aeróbicos antes de treinar.

Isto acontece porque aeróbicos demandam do corpo assim como qualquer exercício e as pessoas costumam ignorar isto porque a atividade nem sempre recruta os mesmos músculos usados na musculação.

Independente do aeróbico usar os mesmos músculos ou não, você vai estar mais cansado durante o treino.

Sendo assim galera, siga o que passo para todos os meus alunos:

1) Aquecimento leve máximo 10′;

2) Musculação pesada máximo 45′ a 60′

3) Aeróbico moderado / forte de 30 a 50′ pós musculação.

Siga essa sequência e preserve sua massa magra.

Abraço e vamoooos!!!

 

Related Post
Alimentação para melhores resultados na musculação.
Quer Uma Planilha de Treino Grátis?
Conheça o SIS Run – Sagres Integration System
Dicas Importantes Para Manter Sempre Treinando
Comments

Deixe seu comentário